Eu não queria escrever
Para não te eternízar em minha memória
Mas seus olhos
Seus pequenos olhos
Ainda estão em minha mente
Seu sorriso
Junto a aquela barba suja
Parece que me prendem
Pois quando fecho os olhos
É você que vejo.
Seu suor quente
Seu temperamento frio
Jeito simples
Adorável...
Benditos são seus pais que te criaram.
Tenho em minha mente
Todos momentos em que te encontrei
Quando era apenas um naquele bando de loucos
Quando era apenas alguém pra mim.
Na verdade ainda é
Mas tu tens algo que não me deixa esquecer
É por pouco tempo
Mas aparenta ser inesquecível.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog