Parei pra refletir como tudo tem passado tão depressa
E como tem machucado tão insanamente
Como toda esperança se foi assim tão breve?
Como meus amigos me abandonaram assim tão facilmente?
Como pude me afastar tanto do Pai?
Aqueles remédios
Malditos remédios que amo tanto
Estão me afundando mais rápido
O melhor vicio que já pude ter
Até quando está em falta, age.
Perdi minha sanidade
Senhor, como eu permiti?
Não tenho hora pra sorrir ou pra chorar...
Perdi os motivos pra viver
Os motivos pra sonhar.
E venho perdendo o tempo
Com quem não me ajuda
Coisas que não me levarão á nada
Tipo um encontro ás escondidas
Que ganhei em troca, um sorriso de ódio
E pessoas se perdendo na fumaça.
Eu só queria uma pessoa por perto,
Mas ela me odeia
Não tem outra explicação
Ela partiu
E desde então
Conto os dias da saudade em meu coração.
Vai ser diferente
Ano que vem não será o mesmo
Mas não posso aceitar perde-lo
E morrer sem ele
Não posso.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog