Você embaça o passado, e brinda o presente. Você é o poema que não amarela. 

- Autor desconhecido

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog