Como eu vou poder ficar quieta?
Ódio tem me consumido.
Você me negou!
Desejo de vingança me possuindo
E o prazer toma de conta
Merece cada esperança perdida
em forma de gotículas de sangue
Pouco a pouco, até não restar nada de ti
Beijarei teu corpo
Querendo te possuir
Chorarei mil noites por sentir pela última vez
Teu calor em meus braços
Teus cachos, teus olhos
Ficarão marcados.
Mudanças acontecendo
Preciso vingar-me toda ilusão
Toda vontade
Tudo que me restou de você.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog