RW Jhon

A raiva e a obsessão em cegaram para a vida.
As pedras machucaram-me tanto,
Que eu não tinha mais forças pra lutar
E o que saia da minha boca não profetizava como antes.
Na verdade, nas minhas falas, era puro rancor e sofrimento.
Então veio pra mim
Flechas com sangue amigo
Pensava: És o meu castigo
Por brincar de amar
És meu castigo
Por ser quem sou.
Pecador, sem controle.
Atendia aos telefonemas do vicio
Embriagando-me de remédios
Para esquecer da vida miserável que tinha.
No fundo, uma voz me chamava.
Era meu anjo!
Mas ele estava morto.
Então quem poderia ser?
Deus?
Eu era sua filha, mas bastava?
Não adiantava mais clamor por misericórdia
Minha vontade não existia.
No fundo, me disseram:
Não desista de amar.
Se descobriu a saída da morte, corra
Corra o mais rápido que puder.
Faça valer a pena o sangue na Cruz
Faça valer toda sua história
Todo teu sofrimento.
Suas esperanças destruídas
Suas ilusões malditas
Faça valer a pena, faça tua história bem escrita.
Reveja. Repense.
Reviva o amor de Deus em você.
Teus princípios, e escolhas.
Tente, ouse.
Anuncie a boa nova.
A forma não importa
Mas aquela voz queria me dizer: Você pode!
Se a poesia é tua alegria
Se a poesia, pra ti, é viver
Transforme tua vida num livro de contos
Sonetos, tanto faz. Transforme em algo poético
E saiba colocar fins em teus capítulos.
Hoje é 9 de Novembro
E doença nenhuma conseguiu me destruir
Em anos de batalhas.
Mesmo sabendo dos erros, das falhas
Das feridas mais simples, até as mais profundas
Rastejei até ficar de joelhos novamente
Implorei ao céu, um ombro amigo.
Meu anjo continua morto,
Mas ganhei diversas andorinhas
Que me levam ao céu, nas tardes e noites com sua amável presença.
O mundo acreditava no fracasso
Mas eu venci.
Hoje é 9 de Novembro
E eu renasci.
Graças á vocês, Graças ao divino Deus
Pois apesar de uma tarde turbulenta
Noites com tempestades
Minha manhã sorriu
E no fundo uma voz persistia em dizer:
Deus sempre está com você.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog